Menu

Japão começa a construir a maior usina flutuante do mundo

Método sustentável vai fornecer energia para quase 5 mil residências Método sustentável vai fornecer energia para quase 5 mil residências 18/02/2016 | POR MARIANA KINDLE; FOTOS DIVULGAÇÃO

Conheça o projeto da Kyocera e da Century Tokyo Leasing, que prevê a construção de 51 mil painéis flutuantes para abastecer cerca de 5 mil residências até março de 2018. Quando a obra, que começou a ser erguida no início de 2016, ficar pronta, ela se tornará a usina de energia solar flutuante mais potente do mundo.

Fonte: http://casavogue.globo.com/

Última modificação emSexta, 19 Fevereiro 2016 09:59

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo

61 | 3344.0470